Já tive muitas formações ao longo da minha vida, mas considero que esta foi a mais importante porque influenciou a minha vida profissional, mas essencialmente a minha vida pessoal. Além de que levou a um novo nível a perceção de que [a minha organização] genuinamente se preocupa comigo.

Os problemas do dia-a-dia, e o stress, não vão desaparecer, mas a forma como eu os vou gerir vai ser muito diferente. Porque posso ter uma melhor gestão de mim próprio, da forma como vejo a minha vida e faço opções.

Sinto-me um ‘sortudo’ por ter tido acesso a esta formação. Desejo a mesma sorte às centenas de colegas [na minha organização] que poderiam beneficiar com este programa, profissional e pessoalmente.

Percebi que depende de mim (e de forma simples) gerir o stress e regular as minhas emoções e meus pensamentos, de forma a estar mais inteira em cada momento: no trabalho, nas minhas relações e na minha vida – e a ser mais feliz.

Apercebi-me da importância de gerir a minha atenção, de me conhecer melhor, e do espaço e tempo necessário para refletir e ver a realidade tal como ela é – e não como eu acho que ela é.